Baixa produtividade é falta de foco

Baixa produtividade é falta de foco

Sabias que uma das principais razões da baixa produtividade é a falta de foco? Queres melhorar o teu foco? Então, este artigo é para ti.

 

O QUE É O FOCO?

Focar é a habilidade de concentrar a nossa atenção em uma única tarefa e conseguir terminá-la sem nos deixarmos atrapalhar pelas milhares de distracções que acontecem ao longo do dia.

 

Uma das principais razões da baixa produtividade é a falta de foco. Quando não temos foco, desperdiçamos tempo e acabamos por fazer o que não deveríamos e não fazer o que deveríamos.

Hoje em dia temos tantos estímulos que facilmente nos distraímos: email, whatsapp, facebook, instagram, youtube… Por aí fora. Isto só para falar nos digitais.

 

NÃO GASTES ENERGIA DESNECESSÁRIA

A troca constante de tarefas provoca fadiga no nosso cérebro. O que dificulta a nossa compreensão. A ciência chama a este desgaste penalização por alternância cognitiva. Ou seja, para agirmos o nosso cérebro precisa de carregar o contexto que estamos a usar na nossa memória operacional.
Se alternarmos constantemente o foco da nossa atenção, forçamos o cérebro a gastar tempo e esforço a carregar e recarregar e recarregar contextos.
É por isso que é possível passar o dia inteiro envolvido em dezenas de tarefas sem realizar nenhuma delas e, mesmo assim, chegar ao final do dia e sentirmos-nos completamente exaustos.

A reter: gastamos muito menos energia quando estamos focados numa única tarefa de cada vez.

 

O FOCO TREINA-SE

A boa notícia é que o foco é uma habilidade. A nossa atenção é como se fosse um músculo que se pode treinar e fortalecer. Por exemplo: os orientais têm fama de ser mais produtivos que os ocidentais. Uma das razões é porque ensinam as crianças desde pequenas a habilidade de focar. E nós também podemos aprender isto.

 

4 DICAS PARA MELHORAR O FOCO

 

::: 1ª dica: Planeamento :::

Não há foco sem organização e não há organização sem planeamento.

A primeira coisa a fazer é listar todas as tarefas. Tirar as tarefas da cabeça e pô-las no papel! Ou pc, ipad, smartphone, o que for…. Mas escrever as tarefas. Escrever todas as tarefas é essencial!

Portanto, começas por fazer uma lista das tarefas. Depois destas tarefas listadas vais perceber quais é que realmente têm de ser feitas por ti e quais é que tu podes delegar? Delegar é importante.

Depois de perceberes quais é que têm de ser feitas por ti, identifica quais são as mais importantes. E depois define quanto tempo precisas para a fazer cada uma dessas e perceber quais são os deadlines. Pões na tua agenda. E depois segues o plano.

Dica: reserva sempre um bocadinho de tempo para imprevistos.

 

::: 2ª dica: acabar com o multitasking :::

Faz uma coisa de cada vez. Aqui não há volta a dar. É uma questão de compromisso contigo mesmo. Tens de definir que nos próximos 30 min só vais fazer aquilo. E por mais vontade que tenhas de fazer x ou y, o teu objectivo é terminar aquilo em 30 minutos. Garanto-te que quando cumprires a tua tarefa em 30 minutos tu vais sentir-te muito bem no final. É desta forma que vais fortificar o teu músculo da atenção. Não há outra. Aqui não há milagres.

 

::: 3ª dica: Elimina as distracções :::

Os principais vilões do nosso dia-a-dia são os telemóveis, os navegadores e a caixa de email. Todas as vezes que olhares para o telemóvel vais perder a concentração no que estavas a fazer. Se começares a navegar na internet, vais perder a concentração. E, adivinha, se a cada notificação de email fores checar a caixa de entrada, obviamente, vais perder a tua concentração.

Se não consegues resistir às notificações: desliga todas as notificações e, se for preciso, tira o som do telemóvel. Depois de realizares todas as tarefas a que te tinhas proposto, aí sim vais ver o email, redes sociais, chamadas e mensagens. Se achares necessário, programa períodos do teu dia para checar o email e o telemóvel.

 

::: 4ª dica: folha de distracções :::

Imagina que estás focado numa tarefa e de repente vem-te o pensamento de que tens de ligar para a pessoa x ou surge uma ideia para um novo projecto. Para não alimentares essa ideia que te vai fazer parar a tua tarefa actual, escreve o teu pensamento na folha de distracções. Quando fizeres isto vais deixar de te preocupar com aquele pensamento porque ele ficou registado ali ao lado. E mais tarde, depois de teres cumprido as tarefas que tinhas definido, aí sim vais voltar àquela ideia que te surgiu.

 

RESUMINDO

As 4 dicas são:
– Planeamento
– Acabar com o multitasking
– Eliminar distracções
– Ter uma folha de distracções

<tc>Voltar ao blog</tc>

Deixe um comentário

Tenha em atenção que os comentários necessitam de ser aprovados antes de serem publicados.